» Dia dos Pais
  

Dia dos Pais

Autor - Amélia de Fátima Aversa Araújo - em 

11 de agosto de 2021 - Atualizado às 17:39

“A benção, pai”, era o pedido da benevolência ancestral, que eu solicitava sempre que o encontrava. Amor antigo e prodigalizado.

Se o que nos separa é um oceano, o que nos une, além do tempo? Aquele mesmo tempo que todos percorremos, como um espaço palmilhado, centímetro a centímetro, nas gotas dos segundos finitos?

Entre pais e filhos, há os que o destino favoreceu, pois estes não se envergonham do seu sobrenome; há os que a fortuna uniu, pois aqueles viveram (e, portanto, ensinaram) os direitos e os deveres (sobretudo).

Há os que esperam a chance de reencontro na eternidade. Há os que recapitulam, dia a dia, sem nem ao menos perceberem, os gestos, os pensamentos, os sonhos do pai, como livros encapados em nova edição, atualizados, revisados e, quiçá, um pouco melhores. Ou não.

Seja o Dia dos Pais um momento de alegria, saudade ou reencontro, uma forma de canto gentil, e, sobretudo, de gratidão. Abençoado.

A benção, pai!

Amélia Aversa Araújo

Ilustração: “São José e o Menino Jesus”, detalhe, 1640, Guido Reni, Museu de Belas Artes, Houston.